Na cobertura

Na cobertura
Domingo fomos a praia na cidade vizinha da nossa para uma festa que aconteceria em uma barraca de uns amigos do meu

marido. Chegando lá a festa era familiar com as esposas e as crianças de todo mundo. Peguei uma cadeira e fiquei tomando

sol do lado da barraca com umas amigas que conhecia de outras festas anteriores. Perto da gente tinha uma casal que não

fazia parte da barraca e que iam sempre ar mar juntos pois estava muito calor e um sol maravilhoso. Numa hora que fui ao

mar me banhar, ela se levantou e foi tb, entrando na água ela puxou uma conversa de como estava gelada a água e coisa vai

e coisa vem, ela perguntou se ia sempre ali na barraca pois ela morava ali em frente e nunca tinha me visto, pronto eu já

escolada pensei essa mulher quer algo. Falei que não era dali e sim da cidade vizinha e que ali tinha amigos do meu marido

que trabalhavam com ele e que sempre vinhamos nas festas deles. Então ela disse que eu era diferente das mulheres que

vinham ali por isso eu chamei a atenção dela. Perguntei diferente como, ela disse mais chique, falei obrigada, ai ela

falou que era da capital e o marido tinha comprado uma cobertura lá para passarem os finais de semana. Quando voltamos me

despedi e fiquei observando eles, já com segunda intenções, falei apara o Artur e ele riu e me disse vê o que vc arruma, e

riu mais ainda. Logo depois me levantei para ir ao mar e quando passei por eles falei já vou de novo não querem ir?
Eles nem pensaram e eu me toquei que eles eram do babado, no caminho falei que tinha comentado com meu marido deles e eles

riram e já dentro d’agua se abriram, vcs não querem ir tomar banho de piscina na nossa cobertura? POW foi um alivio, falei

que ia falar com o Artur e que com certeza iriarmos tirar a água salgada. Eles me deram o endereço, apontaram o prédio e

falaram que era na cobertura da frente falar que era no apt do Sergio e Regina, falei ok.
Falei pro Artur parar de comer o churrasco que daqui umas duas horas e meia quando acabasse a festa a gente ia para outra.

Isso era meio dia, uma hora depois eles saíram e me deram tchau, três horas da tarde já estávamos nos despedindo. Nosso

carro estava na rua paralela a da praia, então saímos deixamos umas coisas nele e voltamos para a entrada de serviço do

prédio e entramos e fomos até a cobertura, na entrada Regina me recebeu de biquíni e falou estamos na piscina, nem pensei

em nada chegando lá já tirei a roupa e de biquíni como ela estramos nela, caramba que gostoso tinha um lugar que ficava na

sobra e ficamos ali conversando e olhando os dois conversarem tb.
Conversamos sobre bobeira até que ela perguntou se nós já tínhamos feito swing, ai eu falei que sim e que o Artur era bem

liberal e me liberava e participava se pudesse, ela riu e disse que com ela era a mesma coisa, perguntou se fazíamos

juntos ou separados e eu falei que de qualquer jeito, ela me disse que o Sérgio não gostava de olhar só gostava de escutar

eu falar depois, disse que quando saia sozinha o Artur tb pedia pra eu contar, e rimos e decidimos fazer uma tática,

porque como o Sergio não gostava de ver eu iria chamar o Artur pra sair com ela i ir para o quarto e eu iria chamar o

Sergio para onde ele quisesse…
Enquanto o Artur ia pra dentro da casa com Regina, chamei o Sergio e disse quero ver o que vc tem pra mim, acendi o

homem, porque ele me agarrou e já estava de pau duro, eu fui logo pondo a mão pra sentir! Vou te falar, mas a coisa tava

dura mesmo como ferro, fiquei com tesão na hora e falei vamos sair da piscina e ir para algum lugar rápido, ele falou

vamos para o quarto. Entramos num quarto e eu escutava os dois no outro quarto do lado, eles gemendo, eu já tirei tudo

rápido, se bem que eram duas peças só, e puxei aquela sunga que eu queria ver e chupar logo, fiquei olhando por segundos,

olhei pra ele e ele rindo, puxei pra mim e comecei a chupar sentada na cama e ele em pé. Falei deita aqui e continuei a

chupar aquela pica grossa e dura e num tamanho ótimo, depois soube que eram 18 cm, ele passando a mão em mim até que fui

me ajeitando pra ele me cutucar direitinho, mas estava meladinha e ele me bulinando, fui rebolando e ele rebolando, quando

vi estávamos gozando, ele nem me perguntou se queria que tirasse da boca, gozou com tudo que quase engasguei, tirei um

pouco e fui batendo até tirara tudo, kkk. Descansamos um pouquinho e virou um ringue, ele por ciam eu por cima e um enfia

e tira gostoso pra caralho, e era mesmo o caralho. Foi uma delícia de foda, ele me pegou de todo jeito de frente, de lado

e de trás mas não na bunda na pererequinha mesmo, gozei umas duas vezes até ele gozar de novo. Ai cansou, descansamos e

tomamos banho, mas uns beijinhos e passadas de mão e ai saímos comportados como se nada tivesse acontecido, encontramos os

dois (Artur e Regina) tomando um suco de laranja, ai tocamos de par e encostamos nos nossos respectivos e fomos olhar o

pôr do sol na varanda do apt. Depois tomamos um lanche e fomos embora deixando nossos novos amigos sorridentes e felizes,

pediram pra ligar e marcar uma outra vez que EU QUERO DE NOVO, e fomos embora para casa. A noite nós dormimos, mas no dia

seguinte tive de contar tudo que aconteceu para o Artur, mas desta vez pedi para ele contar tb e acabamos gozando cada um

cutucando o outro. Espero que tenham gostado e que tenham feito a mesma coisa que nós uma punhetinha nele e uma siririca

nela. Até a próxima.

Bir cevap yazın

E-posta hesabınız yayımlanmayacak. Gerekli alanlar * ile işaretlenmişlerdir